Twitter

A internet terá uma nova moeda global

Em entrevista o CEO do Twitter, afirmou acreditar que a internet terá sua moeda nativa. Segundo ele, existe a possibilidade de que a moeda seja o Bitcoin. Pois dados os testes que o ativo sofreu e o princípio que levou à sua criação. Segundo consta, Jack Dorsey é da opinião de que a internet terá sua própria moeda nativa. Isto foi afirmado durante uma entrevista, onde ele foi perguntado se ele tem planos para lançar sua própria moeda virtual.

Mas o CEO recusou que ele não pretende, no entanto, ele descobriu sua opinião sobre o que ele acha da internet e da criptomoeda. No caso do último, Dorsey diz que o Bitcoin possivelmente será aquela moeda nativa. Pois, dado que o ativo resistiu ao teste do tempo e considerando o princípio que levou à sua criação. Seja qual for o caso, a moeda global será aquela que é facilmente acessível e nos permitirá avançar mais rapidamente em todo o mundo, acrescentou. Em uma nota, o CEO afirmou que as pessoas estão tratando o Bitcoin como um ouro virtual. 

Criptomoedas

As pessoas tratam o Bitcoin como o ouro digital

No entanto, sua empresa visa tornar realmente simples para as pessoas comprarem e venderem o ativo digital. O executivo de 42 anos também descreveu que sua empresa vem incentivando o espaço criptográfico. Mas uma dessas maneiras é o lançamento do CashApp que permite que as pessoas comprem e vendam Bitcoin. Na opinião do CEO, o CashApp combate um dos problemas que prevaleciam há anos. Pois naquela época, as pessoas compravam Bitcoin do nada, usando seu cartão de crédito até o limite.

Como apontado por Dorsey, o CashApp tem certas restrições que ajudam a controlar esses gastos. As compras não podem ser feitas diretamente do cartão de crédito do usuário. Mas com os fundos que realmente são mantidos no aplicativo. Porém ele também afirmou que havia verificações no comércio diário, a fim de desencorajá-lo. Mais uma contribuição que o CEO revelou foi estar educando as crianças sobre o que é o Bitcoin. Pois bem aqui, um livro foi criado para auxiliar na aprendizagem e seu tópico centraliza a origem do ativo, seus usos.

Educando as crianças

Uma plataforma baseada em Blockchain, KidLet, está sendo desenvolvida para ensinar às crianças sobre a tecnologia Distributed Ledger. Os desenvolvedores do NEM, Kaede Takenaka, uma menina de 10 anos e uma equipe de educadores estão trabalhando para o seu desenvolvimento.

 

Por Marcos Eduardo do Canal Dinheiro