A exchange Descentralizada Bisq atualizou seu software com um design totalmente novo da Interface com o Usuário (UI) e o lançamento da Organização Autônoma Descentralizada da Bisq, do inglês Decentralized Autonomous Organization (DAO) na testnet.

Com o lançamento da última atualização (v0.9), os usuários podem finalmente dar uma olhada no Bisq DAO, um projeto de software que recompensará os contribuintes que trabalham no projeto, sem supervisão de uma autoridade central. Essa compensação será feita com o token do projeto chamado BSQ.

Como funciona Bisq

A Bisq é uma plataforma de troca de criptomoedas descentralizada que permite aos usuários trocar Bitcoins por  outras moedas. A Bisq opera em uma rede P2P global, permitindo que os traders realizem transações sem a necessidade de uma autoridade central ou de monitoramento de terceiros. O projeto foi desenvolvido como um meio de fornecer aos operadores no mercado das criptomoedas um meio privado, seguro e livre de censura de trocar moedas, usando o Bitcoin como base para o trade com moedas fiduciárias e outros ativos digitais.

Como a Bisq é um software de código aberto, você pode baixar, instalar e configurá-lo ao seu gosto; isso envolve adicionar seu método de pagamento. Espera-se que a configuração do Bisq seja rápida, pois não requer a sua documentação, que é um dos seus pontos principais de venda. Assim que o aplicativo estiver em funcionamento, você pode procurar no catálogo de ofertas existentes para negociar Bitcoin.

Garantia

Para manter os fundos seguros tanto para o comprador quanto para o vendedor, a Bisq implementou um depósito, que é basicamente onde depósitos de segurança e fundos de negociação dos negociantes são mantidos em um depósito de assinatura múltipla de 2-de-3. Os traders detêm a custódia de uma chave, enquanto um árbitro detém a terceira chave. A Bisq usa um sistema de arbitragem humana descentralizada para resolver disputas comerciais. Os árbitros são usuários anônimos, que são confiáveis ​​devido aos grandes títulos depositados na rede e são aleatoriamente designados para disputar casos pelo protocolo.

Bisq DAO e o BSQ

Tendo descentralizado os recursos que executam o Bisq, os desenvolvedores querem usar seu DAO para descentralizar como ele é gerenciado. O DAO, que determinará a estratégia, o gerenciamento e as operações do projeto, usa o token BSQ para recompensar os colaboradores que o mantêm.

Os tokens são colocados em camadas no topo do blockchain do Bitcoin como moedas coloridas, um conceito que mostra que uma pequena porção do bitcoin representa outro valor diferente do bitcoin real. Quando for lançado na rede principal, os usuários poderão utilizar o BSQ para pagar as taxas de negociação do Bisq, votar em futuras contribuições para o projeto e obter compensação pelas contribuições.

Mais de 25 bitcoins foram doados ao projeto desde que foi lançado em 2014; estes foram usados ​​para criar 2,5 milhões de tokens BSQ. O primeiro lote BSQ será distribuído para o primeiro conjunto de colaboradores que trabalharam no projeto ao longo dos anos, de acordo com a documentação do projeto. Ao fazer isso, o projeto está colocando uma parte do futuro do software nas mãos daqueles que o trouxeram até aqui.

“Tokens BSQ são usados ​​para votar e tomar decisões sobre o próprio Bisq DAO, e distribuindo inicialmente o BSQ para contribuidores passados, nós intencionalmente estabelecemos o Bisq DAO como uma meritocracia na qual aqueles que contribuíram com o maior valor para o projeto no passado são aqueles que têm mais a dizer sobre o seu futuro ”.

Novos tokens BSQ serão emitidos toda vez que um colaborador enviar uma solicitação de compensação para o BSQ. Esses tokens serão destruídos quando forem gastos para compensar as taxas de negociação pelos usuários. Assim, enquanto ganha BSQ através de compensação aumenta sua oferta, gastando-os como taxas de negociação, diminui sua oferta total. Os usuários também podem trocar seu BTC pelo BSQ na plataforma Bisq.

Os contribuidores do projeto lançarão o DAO na mainnet juntamente com a versão v1.0 do projeto em 2019.